Letramento Digital: O que é e como aplicar na sua Instituição de Ensino

Letramento Digital: O que é e como aplicar na sua Instituição de Ensino

letramento digital
Em um contexto de ampliação do uso de tecnologia nos processos educacionais, o conceito de letramento digital passa a ser fundamental para atender a essas necessidades. Dentre as principais demandas atuais com relação às tecnologias da informação e comunicação (TICs), a informação, operação e interação são as competências mais exigidas. Essas transformações no modo de ensinar e aprender se consolidam ainda mais em um cenário pandêmico, em que o ensino remoto e híbrido se tornam parte do novo normal. Muitos estudantes — e até mesmo professores —, não são familiarizados com o fazer tecnológico. Assim, apresentam dificuldade na apropriação dos conceitos das plataformas digitais, dos métodos de uso e das formas de interação possíveis. Para isso, existe o letramento digital. Continue acompanhando este artigo e entenda mais sobre este tema essencial para o ensino.  

O que é letramento digital?

Antes de entrarmos na conceituação de letramento digital, é fundamental passarmos antes aqui pela raiz deste termo — letramento — e sua diferenciação para a alfabetização, onde normalmente costuma haver certa confusão. Alfabetização é o que se entende pelo conhecimento e aprendizagem relativos à escrita e leitura alfabética. Ou seja, é o domínio sobre o sistema convencional de escrita do nosso país. O processo de alfabetização tende a ser mais focado na codificação e memorização de elementos que compõem a escrita, e consiste em uma etapa básica da formação de um indivíduo. Já o letramento é um processo um pouco mais avançado de desenvolvimento cognitivo que representa o desenvolvimento de habilidades para realizar a leitura e escrita inseridas no contexto social do indivíduo. O letramento é o conjunto de competências que permite às pessoas realizar a interpretação do que está sendo lido e escrito, de modo que possa interagir com o meio e com os seus semelhantes através da comunicação ativa. Quando passamos para o âmbito das tecnologias da informação e comunicação, nos deparamos com o conceito de letramento digital, que é, então, ainda mais um passo adiante. Para além da compreensão e capacidade de interpretação da leitura e escrita, no letramento digital o objetivo é inserir esse sujeito na cultura digital. Assim, letramento digital é o processo de aprendizado sobre como utilizar a comunicação digital e as demais tecnologias envolvidas no dia a dia para estabelecer e concretizar relações humanas. O desenvolvimento de conhecimentos e habilidades ligadas ao uso da tecnologia é fundamental para todos aqueles que desejam estar inseridos ativamente neste meio. A educação midiática é um exemplo do que pode ser trabalhado em ações de letramento digital, por exemplo, já com foco mais direcionado para a interpretação de comunicações com viés jornalístico.

Qual sua importância para a educação?

O que o letramento digital tem a ver com a educação? Bom, nos dias de hoje, tudo. Afinal, a cada dia a tecnologia é mais inserida nas rotinas escolares e acadêmicas, principalmente no contexto da pandemia com a suspensão das aulas presenciais.  A principal importância do letramento digital para a educação está na habilitação de todos (alunos, professores, pais e gestores) ao uso das plataformas e ferramentas digitais que fazem parte das rotinas do ensino remoto.  Pensando especialmente naqueles que não possuem acesso a tecnologias no dia a dia e precisam se adequar para participar das aulas, é somente através do letramento digital que é possível incluir a todos na educação atual. Em cenários onde a familiaridade com a tecnologia é maior, de forma geral, podemos sinalizar ainda alguns benefícios desta prática que podem ser aproveitados pela sua instituição de ensino. São eles:
  • desenvolvimento do pensamento crítico e da capacidade de interpretação dos fatos comunicados pelo meio digital;
  • aumento de engajamento com as atividades escolares pelo sentimento de pertencimento e inclusão;
  • fomento à autonomia do estudante ao torná-lo independente quanto ao uso da tecnologia;
  • estímulo à criatividade por proporcionar o uso de diferentes tecnologias nas rotinas escolares, expandindo os horizontes.
E aí, ficou claro tudo que pode ser originado caso a sua instituição opte por implementar práticas e ações de letramento digital? Agora você deve estar se perguntando sobre por onde começar a fazer isso. Continue lendo e descubra!

Como aplicar letramento digital nas instituições de ensino?

O primeiro passo para o entendimento sobre como a sua instituição de ensino, seja escolar ou universitária, pode colocar em prática ações de letramento digital é a compreensão sobre a necessidade de viabilizar o uso de recursos tecnológicos no processo educacional. Com isso em mente, os gestores e a diretoria poderão começar a investigar quais recursos podem ser adotados, e também entender em que nível de familiaridade está o público (alunos e professores, em essência) em relação a essas escolhas. Estão adaptados? Já conhecem ou utilizam os recursos escolhidos? Podem contribuir com a educação dos demais? Assim, com esse entendimento, uma das ações que pode ser tomada é a avaliação por níveis de educação dentro da sua instituição, adaptando o processo de letramento digital a cada um deles. A BNCC define algumas indicações quanto ao que pode ser praticado para desenvolver cada uma das competências e habilidades nela descritas.

Letrar digitalmente a equipe da instituição

Ao identificar e diagnosticar o nível de familiaridade dos profissionais da escola ou universidade com a tecnologia, será possível ter um norte de por onde começar o processo. Muitos profissionais de educação, formados e tendo desenvolvido suas carreiras no formato tradicional, acabam não tendo tanto contato com tecnologia no dia a dia Por isso, para torná-los aptos a contribuir com o letramento digital dos estudantes, é preciso investir em ações para capacitá-los primeiro. A melhor forma de fazer isso na sua instituição vai ser você que vai avaliar, porém algumas dicas são buscar e implementar cursos sobre o tema, principalmente através de aulas online (para já aplicar o conhecimento na prática).

Ofertar equipamentos adequados

Seja para professores ou alunos, é fundamental que a instituição focada no letramento digital ofereça uma estrutura adequada para desenvolver este aprendizado. Neste caso, além de notebooks e celulares, é preciso contar com as plataformas com as quais o público deve se familiarizar, e também disponibilizar conteúdos em diferentes formatos para consumo e estudo.

Incentivar a criatividade e colaboração

Esta ação pode se dar através de um conjunto de práticas a serem implementadas na sua instituição de ensino. Desde promover a criação e consumo de narrativas digitais para ajudar na fixação dos conteúdos, até o estímulo à construção coletiva desta e outras formas de aprendizado digital. Através de plataformas como o Google Workspace for Education é possível colocar essa colaboração em prática com a edição compartilhada de diferentes formatos de arquivos. Se você gostou deste conteúdo, continue acompanhando o nosso blog e fique por dentro de todas as novidades que estamos lançando, agora como integrantes da Inicie Educação!

Deixe um comentário

Leia também

Nuvem Mestra agora é Inicie Educação

Nuvem Mestra agora é Inicie Educação   Você já conhece a qualidade, reputação e referência da Nuvem Mestra no mercado enquanto consultoria estratégica em projetos

saula de aula invertida

Tudo sobre Sala de Aula Invertida

A implementação de metodologias inovadoras nos processos de ensino e aprendizagem escolar não começou a acontecer somente em função da pandemia, como muitos pensam. Conceitos

Vagas Inicie Educação - Maio

Novas Vagas no Grupo Inicie

Estamos com mais de 13 vagas abertas para diferentes áreas de atuação. Confira a seguir quais são e venha participar da transformação da educação no