GSuite for Education agora é Google Workspace for Education

GSuite for Education agora é Google Workspace for Education

Google Workspace for Education
No dia 17/02/2021 foi anunciado publicamente pelo Google o lançamento da nova geração do G Suite for Education, que se chamará a partir de agora Google Workspace for Education

  Além do novo nome e identidade, a versão atualizada da plataforma conta com um portfólio expandido de soluções educacionais, oferecendo ainda mais alternativas para as instituições de ensino.

  Confira neste artigo os principais destaques das mudanças anunciadas.

O que muda no Google Workspace for Education

O objetivo principal desta atualização na plataforma educacional do Google é o de proporcionar maior flexibilidade e opções de escolhas aos clientes. Através da facilitação da colaboração, a plataforma permite uma experiência simplificada que proporciona um melhor ensino e aprendizado.

  Para isso, ao invés de duas edições diferentes, como é o caso das versões gratuita e Enterprise do sistema atual, com o Google Workspace for Education haverá quatro edições disponíveis. Além da opção gratuita, outros três módulos com diferentes recursos poderão ser implementados pelos clientes, de acordo com suas necessidades.

  Confira a seguir como ficam as novas configurações das versões:  
  • Edição gratuita, antigo G Suite for Education, passa a se chamar Google Workspace for Education Fundamentals;
  • O segundo nível de aprofundamento da plataforma, que oferece mais segurança, visibilidade e controle para o aprendizado online, chama-se Google Workspace for Education Standards (disponível a partir de 14 de abril);
  • Em um terceiro nível, teremos o Google Workspace for Education Teaching and Learning Upgrade, que se baseia nas versões anteriores para aprimorar processos e gerar mais impacto nas e através das práticas educacionais; 
  • E o antigo G Suite Enterprise for Education passa agora a ser o Google Workspace for Education Plus, agregando princípios das três versões anteriores e oferecendo recursos premium para os optantes por esta categoria.
  Além disso, a nova plataforma Google Workspace for Education traz novidades em diferentes funcionalidades, desde o Google Sala de Aula, Google Meet e Google Forms, passando por atualizações na plataforma Chrome OS e nos Chromebooks, até incrementos nos relatórios de originalidade.

  Uma das otimizações realizadas é a implementação do sistema de pool para a distribuição da capacidade de armazenamento em nuvem entre os usuários das instituições. Com o novo modelo, serão oferecidos 100TB de espaço na nuvem, o que permite registrar mais de 100 milhões de documentos, 8 milhões de apresentações e 400 mil horas de vídeo. Para ajudar na organização deste espaço, serão disponibilizadas também ferramentas que ajudam a identificar e gerir o uso e a alocação de armazenamento.

Impactos do Google Workspace for Education na educação

Segundo dados do próprio Google, já são mais de 170 milhões de estudantes e professores que utilizam a plataforma Google Workspace for Education em todo o mundo. Através dos recursos de conectividade, construção colaborativa e armazenamento em nuvem, o acesso à informação e ao conhecimento fica amplamente facilitado, trazendo fluidez ao dia a dia do ensino.

  Com otimizações que trazem segurança aprimorada, maior visibilidade e recursos mais robustos para comunicação por vídeo, a experiência em sala de aula torna-se mais enriquecedora para professores e estudantes. São benefícios da implementação do Google Workspace for Education:  
  • Aprimoramento do ensino;
  • Aumento da produtividade;
  • Contribuição com a qualidade das entregas de trabalhos dos estudantes;
  • Proteção dos dados da escola, funcionários e estudantes.
  O Google está em constante transformação e implementação de novos recursos para educadores e para contribuir com a transformação da educação. Um exemplo foi o lançamento de dezenas de funcionalidades ao longo de 2020, quando a pandemia de coronavírus intensificou e acelerou a necessidade da migração da educação para um formato remoto ou híbrido.

  Alguns exemplos de ainda mais novidades que vêm por aí são a possibilidade de contar com rascunhos salvos no Google Formulários; o acesso a transcrições de reuniões realizadas no Google Meet; e a sincronização de listas no Google Sala de Aula, cada implementação em uma versão diferente da nova plataforma.

  O objetivo por trás é sempre o de impactar positivamente a comunidade educacional, agregando flexibilidade, facilidade, eficiência e segurança aos processos, e trazendo a tecnologia para cada vez mais perto dos gestores, professores e estudantes.

Quer saber mais sobre essas novidades e como elas podem impactar a sua rotina escolar? Então continue acompanhando nosso blog.

Conheça a versão ideal do Google Workspace for Education para a sua instituição de ensino.

Deixe um comentário

Leia também