Gestão de Pessoas nas Escolas: Entenda sua Importância e Como Fazer

Gestão de Pessoas nas Escolas: Entenda sua Importância e Como Fazer

gestao de pessoas em escolas como fazer
Gestão de pessoas nas escolas é um dos pilares do modelo de gestão escolar, uma forma de administração das instituições de ensino que atua com a integração de processos. Neste caminho, o principal objetivo é fazer com que todos os pilares que sustentam a operação de uma escola estejam funcionando de forma sincronizada e rumo aos mesmos objetivos. No total, são 6 pilares que compõem a gestão escolar: pedagógica, administrativa, financeira, pessoas, comunicação e tempo e eficiência dos processos. No pilar da gestão de pessoas, ou gestão de recursos humanos, o principal fator analisado pelos responsáveis é a equipe de profissionais da instituição.  Desde a motivação e engajamento dos professores, passando pela geração de confiança na comunidade formada pelos demais profissionais das escolas, até a interação sustentável e recíproca com alunos, pais e responsáveis. Tudo isso deve ser feito através da perpetuação do propósito e dos valores da instituição, promovendo um ambiente aberto ao diálogo, respeitoso e inclusivo para acolher bem a todos. A gestão de pessoas nas escolas é a base para que tudo que é praticado dentro da instituição aconteça. Confira neste artigo um pouco mais sobre gestão de pessoas nas escolas e veja 3 dicas que você pode começar a implementar agora mesmo na sua instituição!

Área estruturada de recursos humanos

Em algumas organizações já mais orientadas por uma mentalidade inovadora, essa área sequer é chamada da forma tradicional, “RH”. As nomenclaturas podem variar entre “Pessoas e Cultura”, “Gestão de Talentos”, “Gente e Gestão”, entre diversas outras possibilidades que colocam as pessoas muito mais em evidência. Modificar o nome da área de gestão de pessoas nas escolas pode ser uma primeira prática bastante interessante de ser adotada na sua instituição de ensino. Isso contribui para, aos poucos, modificar a mentalidade da equipe e orientar cada vez mais a sua escola às pessoas que a constroem diariamente.  Como resultado, ganha-se na percepção de valor do colaborador, que converge também para a maior satisfação do mesmo junto à escola e, consequentemente, para sua maior produtividade. Esta é uma transposição para o mundo escolar da maneira com que o mundo corporativo lida com os processos. Basta que as instituições de ensino se identifiquem como as empresas que são para que tal conexão se torne mais palpável. Além deste conceito, é preciso também contar com profissionais dedicados e especializados na administração de recursos humanos para estarem à frente da área na sua escola. Existem diversos modelos possíveis, com diferentes práticas e políticas que podem ser implementadas, e é preciso um direcionamento objetivo para atingir esses objetivos. A gestão de pessoas nas escolas deve estar sempre alinhada aos objetivos da instituição, porém seu foco está na equipe. Assim, fazem parte do escopo dos responsáveis por esta área:
  • criação de políticas de desenvolvimento de pessoas;
  • acompanhamento dos profissionais para mensuração de seu desenvolvimento;
  • recorrência em avaliações de satisfação das pessoas com a instituição;
  • investimento em capacitação da equipe.
Por isso é tão importante que haja pessoas dedicadas a pensar e elaborar essas práticas, e que também possuam conhecimento para tal. A seguir, confira 3 dicas de como começar a implementar gestão de pessoas na sua instituição.

Gestão de pessoas nas escolas: 3 dicas para colocar em prática

Existem inúmeras formas de implementar práticas de gestão de pessoas nas escolas, desde ações mais operacionais, até mudanças de comportamento dentro da instituição. Confira a seguir 3 dicas que podem te ajudar!

#1 Implemente processos seletivos

O primeiro caminho mais operacional que recomendamos é a implementação de processos seletivos estruturados para a operacionalizar a contratação de profissionais para a sua equipe. É através da contratação que o seu time é formado, e que as pessoas que entram na organização são selecionadas.  Assim, a dica é que seja formalizado um processo estruturado, com critérios claros, alinhamento de valores e expectativas. Este é o primeiro passo para o sucesso de uma equipe e, consequentemente, da organização.

#2 Cuide de saúde e bem-estar

A segunda dica de hoje tem relação com práticas a serem implementadas quando a sua equipe já está contratada e atuante. Neste sentido, é fundamental pensar em formas de manter essas pessoas com você, ou seja, pensar em retenção dos colaboradores. Para isso, dentre diversos caminhos, trazemos a indicação de investir em saúde e bem-estar para a sua equipe. Promover campanhas de prática de atividade física, orientações sobre alimentação saudável, além de estimular rotinas de compartilhamento entre as equipes para cuidar também da saúde mental. Um ambiente amigável e aberto a trocas será sempre um espaço mais saudável e com tendência a prosperar melhores resultados.

#3 Invista em desenvolvimento de lideranças

A última dica de hoje é voltada para você, gestor ou membro da diretoria de uma instituição de ensino: além da capacitação da sua equipe, capacite-se você também. O desenvolvimento de lideranças é um campo fundamental para quem deseja atuar com a gestão de pessoas nas escolas — e também com qualquer tipo de gestão. Afinal, gerenciar pessoas é muito diferente de gerenciar sistemas ou operações. Pessoas apresentam subjetividade e trazem suas bagagens de aprendizados, crenças e valores. Tudo isso precisa ser adaptado ao cenário da sua instituição de forma que seja confortável e valioso para ambos os lados.  Assim, capacitar e desenvolver as lideranças que serão responsáveis por puxar essa frente dentro da sua instituição é fundamental para implementar uma boa gestão de pessoas nas escolas. Continue acompanhando o nosso blog para conferir mais novidades sobre a série de gestão escolar e também sobre os mais diversos aspectos da transformação digital na educação junto à Inicie Educação e seus produtos!

Deixe um comentário

Leia também

Gestão Financeira Escolar

Gestão financeira escolar

Quando falamos em gestão escolar é importante compreender o contexto geral em que essa forma de administração se aplica. Para darmos início ao raciocínio, o