Alunos participam de formação sobre tecnologia para ajudar professores

Alunos participam de formação sobre tecnologia para ajudar professores

Cerca de 700 estudantes brasileiros participaram do projeto Aluno Tutor

No segundo semestre de 2020, cerca de 700 estudantes brasileiros participaram do projeto Aluno Tutor, iniciativa em que os jovens cursam uma formação sobre tecnologia para, então, poder repassar esses conhecimentos para professores, por exemplo. “A ideia é que os alunos sejam promotores da cultura digital. É muito legal porque os professores percebem que os estudantes têm muito a ensinar também”, conta Fernanda Alves, da equipe pedagógica de transformação digital da Nuvem Mestra, empresa do Grupo Inicie, responsável pelo projeto. O programa é dividido em dois ciclos: no primeiro, os alunos conhecem as ferramentas e começam a ajudar os professores; no segundo, criam conteúdos em diferentes mídias, com foco na educação midiática. “A gente fez um formulário no começo do ciclo e os professores contaram com qual ferramenta tinham mais dificuldade. A gente selecionou dois professores e ensinou para eles”, explica Henrique I., 14 anos, do Colégio Magno, em São Paulo (SP). Gabriel V., 15 anos, da mesma escola, falou mais sobre a segunda etapa: “No ciclo dois, a gente precisava fazer uma palestra informativa sobre educação midiática. Eu e minha dupla escolhemos trabalhar com temas como cidadania digital e fake news”. Para Vinícius P., 17 anos, da escola Maple Bear de Mogi das Cruzes (SP), a melhor parte foi ajudar a professora de inglês em um projeto par estudantes com dislexia. “Começamos a usar uma ferramenta que transforma o que os alunos falam em texto escrito. Como o áudio ficava gravado, a professora podia ouvir a gravação caso não entendesse alguma parte.” Esta matéria foi originalmente publicada na edição 162 do jornal Joca. Fonte: JORNAL JOCA

Deixe um comentário

Leia também