Blog

Cinco dicas para minimizar o impacto do coronavírus nas escolas

A volta às aulas vem sendo amplamente debatida, porém ainda não há um consenso no país quanto a prazos e modelos. Segundo a UNESCO, mais de 1,5 bilhão de estudantes em 188 países sofreram algum tipo de consequência em função da pandemia. Para minimizar esses impactos negativos do coronavírus nas escolas, diversas ações vêm sendo testadas e aplicadas.

O destaque neste cenário de transformação tem sido o uso da tecnologia como uma solução para este problema. Desde a implementação de videoaulas gravadas e enviadas aos estudantes, passando pela implementação de aulas ao vivo no formato EaD, até a realização de eventos online que busquem aproximar os alunos da escola.

A transformação digital é um desafio constante no setor da educação, de modo que uma série de obstáculos e mitos precisam ser derrubados para que se possa efetivá-la. A Nuvem Mestra está completando cinco anos de atuação neste mercado, por isso separamos aqui cinco dicas para minimizar os impactos do coronavírus nas escolas utilizando tecnologia.

Acompanhe!

1. Mudança de mentalidade

O primeiro passo para implementar qualquer tipo de novo hábito em uma rotina ou processo já consolidado é a adaptação da mentalidade. Gestores, diretores e coordenadores pedagógicos, além de todo o corpo docente das instituições de ensino, precisaram incluir em seu dia a dia o uso das aulas online.

Prática já comum em universidades que trabalham com EaD, as aulas remotas exigem um preparo de professores e alunos — além de toda a infraestrutura do país, mas isso é um assunto um pouco mais extenso — e uma quebra de preconceitos e paradigmas quando se fala em escolas, especialmente na educação básica. 

As mudanças de parâmetros vêm também de uma construção de séculos onde a escola é tida como o modelo padrão em que o professor fica em pé escrevendo no quadro e falando para os alunos que o olham de frente e recebem passivamente todo aquele conhecimento.

Por isso, a primeira grande dica para minimizar os impactos do coronavírus nas escolas por meio da tecnologia é pesquisar, entender sobre e estar aberto aos benefícios que ela pode trazer.

2. Tecnologia aliada ao aprendizado

A ideia chegou como uma forma de reduzir os impactos do coronavírus nas escolas, porém o uso da tecnologia traz benefícios que podem ser aproveitados também para além deste cenário. O principal deles é a remoção de barreiras físicas de comunicação de interação entre professores e alunos. 

O segundo grande benefício do uso da tecnologia é a possibilidade de variar tipos e formatos de conteúdos que podem ser utilizados no processo educativo. Isso permite que se saia um pouco somente dos livros físicos e do quadro, mas que se proporcione aos estudantes maior proatividade, autonomia e protagonismo no processo de aprendizado.

3. Personalização do aprendizado

Pode parecer contraditório, porém o ensino por meio de tecnologias permite uma maior personalização da jornada de cada estudante. Isso porque por meio das plataformas digitais é possível acompanhar individualmente cada aluno em suas entregas de atividades, pendências, dúvidas e, a partir disso, interagir diretamente com ele por canais privados para sanar tudo que for possível e ajudá-lo a evoluir neste novo formato.

Além a tecnologia permite que o tempo de cada aluno seja respeitado, seguindo práticas de determinar atividades que possam ser feitas de forma assíncrona para aqueles que não podem participar da aula ao vivo ou não têm conexão forte o suficiente para tal. Assim, é possível traçar um plano personalizado, extraindo dados das plataformas que posteriormente poderão ser utilizados para elaborar novas análises e definições de cenários.

4. Transmissão de eventos digitais pelo YouTube

Uma forma democrática de disseminar conhecimento, agregando ainda o benefício de estar mais próximo das famílias e levar mensagens de acolhimento, é por meio dos eventos digitais pela plataforma do YouTube.

Os principais recursos disponibilizados pela plataforma são o Ao Vivo e o Estreias, então é preciso que a sua instituição aprenda a utilizar, desde a configuração do canal para uso dessas funcionalidades, até estratégias de atração do seu público para os eventos. Você pode transmitir qualquer tipo de evento, desde palestras ou conversas até apresentações de temas e debates. Tudo de forma gratuita e disponibilizado por um link de YouTube.

Além disso, outros benefícios que essa prática pode trazer para a sua instituição são aumentar o número de inscritos no canal, o que traz maior visibilidade para marca da escola e ajuda a aumentar também o alcance do seu conteúdo.

Por isso, utilizar os eventos digitais do YouTube como uma ferramenta pode ser uma ótima alternativa que agrega tecnologia sem excluir ninguém.

5. Testes e conversa com alunos e familiares

Retirar as crianças de circulação e de seu dia a dia normal na escola pode ter uma série de efeitos na sua rotina e comportamentos. Isso afeta também os pais, avós ou responsáveis por essas crianças que, então, também precisam ser incluídos no processo de validação das novas metodologias.

Por isso, a dica aqui é: faça testes dentro da instituição, colete feedbacks com Google Formulário e avaliações sobre o uso das ferramentas testadas e combine quais os canais de comunicação serão utilizados entre as escolas e as famílias. O Google Chat é um exemplo de ferramenta que pode ser utilizada com essa finalidade e que permite o armazenamento do histórico das conversas e interações por meio da plataforma do Google, o que ajuda muito na implementação de processos mais claros e eficientes.

Aqui estamos falando desde plataformas completas para aulas online, upload de arquivos, troca de mensagens por chat e entrega de trabalhos, mas também de formas simples como redes sociais para contatos mais rápidos e diretos.

Continue acompanhando nosso blog para mais conteúdos como este!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *