Blog

Educação de alta qualidade, que valoriza o aprendizado no ritmo de cada aluno, é o objetivo da ONG educacional Khan Academy

Khan Academy ong educacional Khan Academy vale do silicio Khan Academy aprendizado

A Khan Academy é uma ONG educacional com a missão de fornecer educação de alta qualidade para qualquer um e em qualquer lugar gratuitamente. Certos desse comprometimento, a Nuvem Mestra acompanhada de clientes mantenedores, professores e profissionais de TI/TE de alguns estados brasileiros, foi conhecer o escritório e uma escola modelo no Vale do Silício, Califórnia, USA.

A Khan Academy disponibiliza gratuitamente vídeo aulas sobre as mais diferentes disciplinas. Oferece exercícios, vídeos de instrução e um painel de aprendizado personalizado que habilita os estudantes a aprenderem no seu próprio ritmo. Ideia inovadora? Nada fora do que pensa Salman Khan, americano que começou a ajudar seus primos. A ideia de criar vídeos e colocá-los no site surgiu no fim de 2006. Ele estava dando aulas de reforço para aproximadamente 15 primos todos os dias após o trabalho. Com a dificuldade em garantir o aprendizado em um grupo homogêneo e à distância, ele decidiu enviar os tutoriais aos primos-alunos e produzir um vídeo com explicações que eles poderiam ver e rever no seu próprio ritmo.
A Khan Academy defende um modelo educacional que valorize mais as habilidades práticas adquiridas pelos estudantes, do que o prestígio conferido por um diploma de instituições tradicionais. Estudante de algumas das melhores universidades do mundo, como o Massachusetts Institute of Technology (MIT), cursou matemática e ciência da computação, e em Harvard, fez MBA.

Visionário, sua plataforma de ensino atualmente está sendo traduzida para mais de 36 idiomas, além das versões em Espanhol, Francês e Português (do Brasil). Ao redor do mundo, 60 milhões de alunos é a soma daqueles que fazem ou já fizeram uso da plataforma de ensino. No Brasil, o número ultrapassa os 2,5 milhões de estudantes.

Hoje, a equipe da Khan Academy é formada por mais de 150 profissionais: desenvolvedores, professores, designers, estrategistas, cientistas e especialistas em conteúdo. Dentro e fora da sala de aula são abordadas matemática, ciência, programação de computadores, história da arte, economia, entre outras.

Entre os admiradores da iniciativa, encontram-se o americano Bill Gates (da empresa de tecnologia Microsoft), e o mexicano Carlos Slim (da operadora de telecomunicações América Móvil). O brasileiro Jorge Paulo Lemann (da cervejaria AB InBev) trouxe a Khan Academy para o Brasil em 2013.

Dentro da filosofia da Khan Academy está a premissa de que no mundo de hoje as pessoas podem aprender no próprio ritmo e a tecnologia é o facilitador de tudo isso. No entanto, o papel do professor será cada vez mais importante.

Está em mudança, o modo de aprender e ensinar. Atualmente o professor é cada vez mais o mentor, o guia como um treinador esportivo: o estudante tem uma meta e o professor o ensina a chegar lá.

Veja também como foi nossa visita ao Googleplex e à Edmodo, ambas parte da nossa viagem internacional ao Vale do Silício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *